Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/92
Título: Avaliação da contaminação por metais em gastrópodes Strombus latus da Baía do Porto Grande da Ilha de São Vicente – Cabo Verde
Título(s) alternativo(s): Dissertação de Mestrado em Recursos do Mar e Gestão Costeira
Autor(es): Bebianno, Doutora Maria João
Abu-Raya, Mara
Palavras-chave: Biologia Marinha e Pescas
Metais
Gastrópodes
Análise Proteómica
Data do documento: 3-Mai-2013
Resumo: A Baía do Porto Grande, localizada na ilha de São Vicente, na zona de Barlavento do Arquipélago de Cabo Verde, entre a latitude e longitude 16,77º - 16,92º N e 24,86º - 25,09º, respectivamente, está sujeita a uma forte pressão antropogénica, alberga 60.000 habitantes do total de 80.000 da ilha, e algumas actividades económicas tais como estaleiros (Cabnave), cais de pesca, marina, portos nacionais e internacionais. Perante esta situação, o presente trabalho tem como objectivo a determinação da concentração de metais: Cd, Cu, Cr, Ni, Pb e Zn na espécie, Strombus latus, um gastrópode herbívoro usando o método de Espectroscopia de Absorção Atómica (EAA). Foram analisados padrões de referência (TORT-2), com concentrações certificadas para os metais em estudo e os resultados mostraram não haver diferenças entre os valores certificados e os determinados. Foram recolhidos 50 espécimens, em cinco locais de amostragem na Baía do Porto Grande: Cabnave-A1, Laginha-A2; Porto Grande-A3, Galé-A4 e Lazareto-A5. Recolheram-se ainda 10 espécimens num sexto local supostamente não contaminado que foi utilizado como controlo designado AC, localizado na zona de Sinagoga na ilha de Santo Antão. Dos cinco pontos de amostragem da Baía do Porto Grande os locais com maior concentração de metais foram A1, A2 e A3, Cabnave, Laginha e Porto Grande, respectivamente. As maiores concentrações de Cd e Zn foram no local A1, (0,8±0,21 μg/g e 249±11,9 μg/g, respectivamente). O local A2, apresenta maiores valores de Ni (6,7±1,94 μg/g), Pb (1,9±0,47 μg/g) e Cu (216±74,8 μg/g). O Cr é mais elevado em A3 (2,26±0,13 μg/g). Com base nos resultados obtidos na análise dos metais seleccionaram-se as brânquias dos gastrópodes dos locais A2 e A5 para a análise proteómica. Assim foi obtido o proteoma das brânquias de S.latus (n=4) dos dois locais usando electroforese-2 D. Os proteomas foram posteriormente analisados usando um programa de análise de imagem (PDQUEST), com a finalidade de comparar os proteoma desses tecidos entre os dois locais com diferentes concentrações de metais. Os valores médios dos spots dos géis no local A2 e A5 foram de 199±11,7 e 205±52,7, respectivamente. Da análise qualitativa 72 spots eram idênticos em todos os géis, 13 exclusivos do local A2 e 37 do local A5.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/92
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Mestrado_Mara.pdf2,93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.