Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/107
Título: MOSQUITOS (DÍPTERA: CULICIDAE) DE IMPORTÂNCIA SANITÁRIA NA UNIVERSIDADE DE CABO VERDE CAMPUS DO PALMAREJO
Autor(es): Varela, Isaías
Lima, Hailton Spencer
Data do documento: 20-Nov-2013
Resumo: Os mosquitos são insectos dípteros responsáveis pela transmissão de agentes patogénicos capazes de causar doenças graves aos homens, das quais se destacam o paludismo (malária), filariose linfática, febre-amarela e dengue. As patologias supra citadas foram descritas em Cabo Verde, as mais importantes são a dengue que vitimou 21 mil pessoas no ano 2009 e o paludismo emergente no ano 2013 na ilha de Santiago. A transmissão de agentes patogénicos por mosquitos é dependente da dinâmica populacional dos mesmos, e resulta da interacção entre o agente, o ambiente e o hospedeiro. O estudo foi desenvolvido no âmbito da disciplina de delineamento experimental, procura-se determinar a presença e a abundância das principais espécies de mosquitos existente na Universidade de Cabo Verde, como forma de traçar estratégias de luta e controlo dos mesmos. O estudo foi desenvolvido no mês de Novembro de 2013, uma única colecta foi feita no jardim, nos reservatórios de água, casas de banho e na sala dos vogais do departamento de Ciências e tecnologia. Durante o estudo foi capturado noventa e quatro mosquitos adultos com a armadilha CDC de luz e analisados com auxílio de um microscópio estereoscópio e uma chave dicotómica segundo Ribeiro (1982). O resultado demonstrou maior abundancia de Aedes aegypty transmissor do dengue e também a presença de Culex p. quinquefasciatus vector da filariose linfática e outras arboviroses, a presença dessas espécies foi constatada em todos os sítios prospectados, os reservatórios de água, casas de banho e a sala dos vogais foram os mais acometidos. Durante a prospecção não foi identificado vector do paludismo, mas, recomenda-se utilização de repelentes principalmente para as pessoas que passam muito tempo nas áreas citadas, pulverização imediata nos arredores, uso de abate nos reservatórios positivos, extermínio de qualquer criador de mosquito e poda de algumas plantas que crescem de forma desordenadas na universidade.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/107
Aparece nas coleções:Relatórios e Resumos Científicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MOSQUITOS (1).pdf12,05 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.